Novidades Novidades

IT SNAPSHOT Orçamentos de TI cresceram 50% nas empresas em 2018

Brazil IT Snapshot aponta otimismo das empresas em relação ao crescimento econômico, e maior proximidade entre áreas de TI e negócios

FacebookTwitterLinkedIn
Orçamento de TI para 2018 (%)

Distribuição de CAPEX-OPEX (%)


Aumento de eficiência operacional, transformação dos processos e melhora da experiência dos clientes são os principais desafios de negócio segundo os participantes do Brazil IT Snapshot 2018. O resultado dessa edição indica uma nítida evolução do nível de maturidade de um ano para o outro. Essa evolução refletiu nos orçamentos de TI, que estão maiores ou iguais em 84% das empresas.

Embora a maioria dos gestores de TI ainda não faça parte dos conselhos diretivos das empresas, nos últimos dois anos essa sinergia vem aumentando e deve crescer ainda mais devido à transformação digital, que exige um forte alinhamento entre os investimentos em TI e as necessidades de negócio. Isso se reflete nas prioridades para 2018: 67% dos projetos visa ao aumento da eficiência operacional, seguido pela otimização e transformação dos processos (62%) e melhoria da experiência do cliente (52%).

Porém, como consequência dessa transformação, surge a demanda por um novo perfil de profissional no setor. Os resultados da pesquisa deixam claro que o profissional de TI precisa entender cada vez mais do negócio e como a tecnologia pode trazer benefícios a ele. O principal desafio hoje (42%), é encontrar profissionais com capacidade de mapear processos de negócios e sugerir mudanças. E as capacitações técnicas vêm em segundo lugar, sendo segurança a mais relevante delas com 29%, seguida de big data (24%) e inteligência artificial (21%).

Para suprir essa demanda, as empresas têm investido em capacitação, principalmente alocando os funcionários de TI nas áreas de negócios para que se envolvam diretamente nos seus processos (35%). Programas de treinamento e participação em eventos especializados foram outras saídas encontradas pelos gestores – 30% e 34%, respectivamente.

Participaram da pesquisa organizações de diferentes setores do mercado brasileiro. O estudo ouviu executivos de 145 empresas de grande porte (faturamento acima de R$ 300 milhões) dos segmentos de serviços, manufatura e comércio, agronegócio, setor público, utilities e dos setores de óleo, gás e mineração. Além disso, foram realizadas seis entrevistas qualitativas para aprofundamento de alguns aspectos.

Qualidades procuradas nos profissionais de TI (%)